Sistema DRP: o que é e como melhora o planejamento de distribuição

Pelo menos uma vez você já se deparou com gôndolas vazias nas lojas. No entanto, ao verificar o Centro de Distribuição (CD), descobriu que havia estoque da mesma mercadoria aguardando transferência. Para evitar esse cenário, é essencial contar com um sistema DRP (Distribution Requirements Planning).

Isso porque, mais do que abastecer os pontos de venda, é necessário fazer a distribuição inteligente das mercadorias. Na prática, é pensar na operação logística de forma eficiente, considerando aspectos como região e demanda. 

Neste post, vamos explicar como funciona o sistema DRP e como você pode planejar melhor a distribuição de produtos com auxílio da tecnologia. Para saber mais, é só continuar a leitura!

O que é um sistema DRP (Distribution Requirements Planning)?

A sigla DRP corresponde a Distribution Requirements Planning, em inglês. Em tradução, significa planejamento das necessidades de distribuição. Nesse contexto, o objetivo da ferramenta é fazer a distribuição dos produtos com inteligência, a fim de evitar rupturas e excesso de estoques. 

O software analisa dados coletados do sistema de gestão (ERP) para que a operação seja mais eficiente e estratégica. Assim, com base em informações anteriores sobre demanda, o varejista consegue ter a previsão de vendas dos produtos em determinado período. 

Ainda, o sistema faz sugestões de transferência considerando o histórico de venda do produto e o seu local de estoque. Tudo isso é possível graças à Inteligência Artificial presente nessa tecnologia. 

Todo o processo é automatizado, ou seja, não é necessário desempenhar tarefas manuais que podem gerar atrasos e retrabalho.

Em síntese, o principal benefício é o equilíbrio entre a disponibilidade de produtos nas lojas e o volume de vendas. É por isso que um sistema DRP evita tanto a falta de mercadorias nas prateleiras quanto estoque parado no CD. 

Quais são as etapas do planejamento de distribuição?

Assim como o recebimento de mercadorias, a distribuição também possui algumas etapas primordiais. Por isso, qualquer negócio que deseja implementar um planejamento efetivo, precisa seguir cada fase. 

Além disso, o uso de um bom sistema DRP é indispensável para o processo ser executado com sucesso. Isso porque, como citamos no tópico anterior, muitas dessas tarefas podem ser automatizadas por meio da tecnologia. 

Na prática, o planejamento de distribuição de produtos possui três etapas fundamentais, são elas: 

Etapa 1: levantamento de dados

Integrado ao software de gestão do negócio, o sistema DRP recebe dados e os transforma em informações relevantes. Assim, fica mais fácil definir as melhores estratégias de compra e distribuição. Para isso, é importante prestar atenção em indicadores como:

• Valor de ruptura e excesso no estoque;

• Cálculo da curva ABC; 

• Tempo de entrega dos pedidos;

• Previsão de demanda.

Etapa 2: planejamento da compra de mercadorias

Utilizar dados de forma estratégica significa analisar informações relevantes para planejar a ação. Nesse sentido, o planejamento passa pela compra das mercadorias até a distribuição, considerando sazonalidade, demanda e região. 

Sabendo quanto tempo o seu fornecedor leva para entregar o pedido, por exemplo, você faz a compra levando em conta esse prazo. O que, provavelmente, evitará a falta de produtos nas lojas. 

Ademais, é possível planejar promoções e ações sazonais com base na previsão de vendas. 

Etapa 3: distribuição para as lojas

Depois da coleta e análise dos dados, é hora de colocar a distribuição em prática. Desse modo, a principal finalidade da distribuição inteligente é equalizar o abastecimento das lojas.

Por exemplo, se o varejista sabe que a filial A vende mais produtos de determinada marca do que a filial B, não será eficaz distribuir as mercadorias igualmente. Visto que, nesse cenário, há o risco de faltar produtos em uma unidade e ter estoque parado na outra. 

Por que é importante ter um sistema DRP?

O planejamento de distribuição é uma parte essencial na gestão de estoques – da compra até chegar às gôndolas. Até porque a ruptura é um motivo para o cliente procurar outro estabelecimento. Algo que, consequentemente, causará prejuízos financeiros ao negócio. 

Ou seja, fazer um bom planejamento de distribuição com um sistema DRP é indispensável porquê:

• Evita falta ou excesso de produtos;

• Reduz custos com armazenamento;

• Potencializa a eficiência operacional de todo processo;

• Impulsiona o ganho de competitividade; 

• Dá mais visibilidade a toda cadeia de suprimentos por meio de indicadores.

Por todos esses benefícios, se a sua empresa enfrenta problemas na distribuição de mercadorias, é a hora de considerar a implantação de um sistema DRP. 

Faça o seu planejamento de distribuição com a Nexello

Para fazer um planejamento de distribuição eficiente você precisa ter o melhor sistema DRP. É por isso que colocamos à disposição do mercado uma solução completa que revolve a gestão de estoque em 360°

Planeje a distribuição de mercadorias de forma inteligente e estratégica com o Nexello Supre. Integre seu ERP a um sistema DRP que alinha o estoque, CD e lojas do seu supermercado, atacarejo, atacado e loja de conveniência. 

Já com o Nexello Compra, você gerencia com Inteligência Artificial e garante compras mais assertivas por meio de recomendações inteligentes integradas ao software que já utiliza. 

Otimize o seu recebimento de mercadorias com o Nexello Organiza. Saiba quem, quanto e quando irá receber, além de contar com a conferência automática entre nota fiscal e pedido antes da entrega. 

Quer saber mais? Fale conosco e solicite uma demonstração. 

Últimos posts