Ainda vale a pena contratar temporários?

A pandemia do coronavírus será responsável por menos contratações de mão de obra temporária para o Natal.

Levantamento feito pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) mostra que oferta de vagas em 2020 será a menor, desde 2015.  A projeção é de que 70,7 mil trabalhadores temporários sejam contratados neste fim de ano para atender ao aumento sazonal das vendas, um número 19,7% menor do que o de 2019.  Além da pandemia em si, outro motivo que influencia nessa queda das vagas é o crescimento do e-commerce que está sendo responsável pela queda de contratações por parte das lojas físicas.

Entre as funções de reforço que mais devem ser buscadas pelos lojistas estão vendedores, operadores de caixa, atendentes, repositores de mercadorias e embaladores de produtos.

As lojas de roupas e calçados são as responsáveis pela maior parte dos empregos temporários nesta época e mesmo com certa dificuldade em recuperar o nível de vendas, devem se preparar para o Natal. A data, considerada a principal para o comércio, deve movimentar R$ 37,5 bilhões em 2020.

A expectativa é de que haja bom movimento e vendas então, caso o seu planejamento para final de não tenha previsto a contratação de temporários, vale a pena repensar o assunto e correr para encontrar bons profissionais para ajudar ainda mais na recuperação das vendas.

 

E nos supermercados?

Enquanto diversos setores foram prejudicados diretamente pela pandemia, os supermercados e atacados em geral tiveram um crescimento considerável nas vendas pelo fato de serem serviços essenciais.

Muitas redes, inclusive, partiram para o e-commerce ou abriram novas lojas físicas.

Para o Natal não deve ser diferente uma vez que os especialistas acreditam que mesmo com a necessidade de isolamento social as famílias farão questão de passar a data juntas, celebrando e investindo nas refeições e bebidas. E para conseguir atender os clientes de forma satisfatória, já prevendo o grande movimento, os supermercados deverão também investir em contratação de mão de obra temporária para o Natal, para o Ano Novo e também para as lojas de litoral, devido ao aumento de demanda causado pelo verão.

 

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Últimos posts